You are currently viewing Conheça os sintomas mais comuns da variante Delta

Conheça os sintomas mais comuns da variante Delta

Alguns sintomas que eram muito relatados na versão original do coronavírus são menos comuns nessa variante

A variante Delta do coronavírus, que foi identificada pela primeira vez na Índia e já se espalhou para vários países, causa sintomas específicos, um pouco diferentes dos causados pela cepa original do vírus.

Antes, febre, tosse contínua e perda de olfato e paladar eram os sinais mais comuns da covid-19, porém a nova cepa tem manifestado mais dores de cabeça, de garganta, coriza e, por último, febre.

São sintomas de um resfriado leve, o que pode fazer com que as pessoas não deem a devida importância e continuem circulando, levando o vírus para outros lugares.

“As pessoas podem pensar que acabaram de pegar algum tipo de resfriado sazonal e ainda irem a festas. Elas podem espalhar o vírus para outras seis pessoas. Achamos que isso está alimentando grande parte do problema”, afirma o professor Tim Spector, que dirige um projeto de vigilância do coronavírus para o aplicativo Zoe Covid Symptom.

Além de provocar sintomas um pouco diferentes, também há indícios de que a variante Delta seja muito mais transmissível do que qualquer outra versão do SARS-COV-2.

Variante Delta no Brasil

Apesar da variante dominante no Brasil ser a P.1, que foi identificada pela primeira vez em Manaus, já há casos da cepa Delta no país.

O Ministério da Saúde informou que, até o fim de junho, foram registrados 14 casos da variante Delta. Seis deles no Maranhão; três no Rio de Janeiro; um em Goiás; um em Minas Gerais; dois no Paraná e um em São Paulo.

Duas pessoas morreram em decorrência da infecção causada pela nova cepa. Uma das vítimas foi um tripulante de um navio atracado no Maranhão. A outra foi uma gestante de 42 anos, no Paraná.